PLASTICA-OCULAR-INTERNA

O que é?

A Cirurgia Oculoplástica é muito diversificada e abrange tanto a área da pálpebra como as vias lacrimais e a órbita. Existem diversas técnicas que têm como foco o respeito à integridade do globo ocular e da função visual:

  • Cirurgia Reconstrutiva – tratamento de tumores;
  • Cirurgia Reparadora – tratamento de feridas e as más-posições;
  • Cirurgia da Ptose – tratamento para a pálpebra caída;
  • Cirurgia das Retrações – faz parte do quadro de tratamento da tireóide.

Rugas

As rugas são causadas pelas repetitivas expressões faciais que fazemos durante toda a vida. A perda de proteínas, como colágeno e elastina em consequência da idade, também contribuem para a falta de elasticidade da pele.

Na oftalmologia, atuamos no tratamento de rugas apenas nas áreas da fronte e da região periocular (pés de galinha), através da aplicação da toxina botulínica tipo A, que provoca o relaxamento temporário do grupo muscular destas áreas.

O tratamento é indicado para pessoas entre 30 e 60 anos, que não têm alergia conhecida ou doença crônica. Após a aplicação pode haver uma queda da pálpebra superior e visão dupla, mas estas complicações são transitórias e desaparecem espontaneamente.

O procedimento para a aplicação da toxina botulínica é efetivo, rápido e levemente doloroso.

Cirurgia – Plástica Ocular

Expressão do olhos

A forma dos olhos é importante para o reconhecimento individual e representa grande parte da expressão da face humana. São os olhos o primeiro contato quando as pessoas se encontram. Refletem sentimentos, alegria, felicidade.

Dermatocalase

O que é?

As pálpebras emolduram nosso olhar, levando as mais diversas impressões em nosso olhar. Com tempo, as pálpebras se tornem flácidas , “caídas” e “inchadas” dando um aspecto de cansaço e envelhecimento.

Pode também causar sensações distintas como sensação de peso e relativa perda de campo de visão. Outros fatores determinantes na progressão dessas alterações são condições hereditárias (fatores de conformação facial na família/raciais), a exposição solar e o tabagismo.

A cirurgia

A Blefaroplastia visa remover excesso de pele e bolsas de gordura das pálpebras. São feitas as incisões em pregas naturais das pálpebras, que após completamente cicatrizadas ficam pouco visíveis. A compressas com água gelada ajudam diminuindo o inchaço palpebral pós operatório.

Ectrópio

O que é?

É quando a pálpebra fica virada para fora do globo ocular, afetando geralmente a pálpebra inferior. quando a linha de cílios começa a se afastar do olho. Pode gerar lacrimejamento, sensação de areia e olho vermelho por aumento da exposição do olho.

Os principais fatores determinantes para a condição são exposição solar, envelhecimento (associado a frouxidão) e fatores genéticos /raciais, ou ainda congênito e traumático.

A cirurgia

A principal técnica para a correção denomina-se Tarsal Strip, há aumento da tensão palpebral e reposicionando a mesma. Este procedimento é realizado sob anestesia local com ou sem sedação.

Entrópio

O que é?

É quando a pálpebra fica virada para dentro, e os cílios começam a tocar o globo ocular, levando a sensação de corpo estranho, lacrimejamento e ulceras na córnea do olho afetado. Ocorre principalmente pela frouxidão palpebral com o envelhecimento, mas pode ser congênito, ou por exposição solar e ainda causado pelo tracoma.

Tratamento
A epilação faz a retirada do cílio causador do incomodo, porem tal a manobra não é resolutiva, já que o cílio volta a crescer girado para dentro e em cerca de 30-60 dias volta a incomodar o paciente.

O segundo tratamento que pode ser feito é a simples cauterização do bulbo capilar, queimando a raiz do cílio e este não cresce mais. É utilizado apenas quando temos poucos cílios tocando o olho.

Quando necessário, se indica cirurgia para correção do entrópio (tarsal strip), sendo realizada sob anestesia local com ou sem sedação.

Em breve:

  • Ptose (queda da pálpebra)
  • Tumores de pele